quinta-feira, 13 de abril de 2017

XLI - Prostituta - Ethos de uma Alma Invertida



Rastejas ao chão e,
Como uma cadela no cio,
Abre-te à espera de
Um macho que possa cobrir-te

Ata-te às cordas e correntes,
Como uma Andrômeda do Sacrifício,
E deixa-te banhar com a
Espuma branda de Poseidon.

Como uma alma desencarnada,
Segue o curso do Estige,
Perdendo a ti cada vez mais
E fazendo-te um fantasma vivo.

Grande Prostituta que vende
O seu corpo para alimentar o ego.
Grande Prostituta de entranhas
Expostas e corpo surrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mostre sua alma!