quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Duas Faces



Eu sou o Sol e Lua
O calor e o frio
O ar e a terra

Eu sou a balança
Com dois pratos dourados
Que pode pender para
Ambos os lados ou
Manter-se no centro

Eu sou o vermelho
Eu sou o azul
Que, estando juntos,
Jamais irão se fundir.

Eu sou o certo e o errado
EU sou deus de mim mesmo
Eu sou meu próprio diabo

Em mim reside a ponderação
Da sábia deusa Athena.
Em mim reside a fúria de Áries.

Há em mim a pureza de Ártemis
E há a luxúria de Afrodite, que
A todos deseja e a todos possui.

Eu posso ser a luz da noite
Ou a escuridão do meio-dia.
Eu sou a dualidade.

5 comentários:

  1. Adorei...Quem escreveu? Posso reblogar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui eu que escrevi, Bruno. Pode reblogar sim, desde que dê os devidos créditos ao autor e ao blog ^_^

      Excluir
  2. "Eu sou o certo e o errado
    EU sou deus de mim mesmo
    Eu sou meu próprio diabo"

    Muito lindo Matti... Não me canso de ler Animagrafia, sempre com textos incríveis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela força de sempre, Max ^_^

      Excluir
  3. Voltando a ler o blog
    Precisava muuuuito!

    ResponderExcluir

Mostre sua alma!